Jubileu de Esmeralda Paróquia São Paulo Apóstolo

Artigos & Reflexões

Projeto Peregrinos do Cuidar

Projeto Peregrinos do Cuidar

O que é o Projeto Peregrinos do Cuidar? O Projeto Peregrinos do Cuidar tem por objetivo cuidar de pacientes portadores de câncer em fase terminal que se encontrem em situação de vulnerabilidade social. Esses cuidados serão prestados numa casa de apoio devidamente estruturada, por profissionais e voluntários que tenham afinidade aos princípios dos cuidados paliativos. O câncer é a segunda doença que mais mata, e geralmente sua evolução está associada a muito sofrimento. Muitos dos seus sintomas físicos, como dor, falta de ar, falta de apetite, fadiga, provocam uma piora considerável da qualidade de vida de seus portadores. Com o avançar da doença muitos pacientes falecem nos hospitais ou são encaminhados para suas casas para morrer. Seja no hospital ou em sua residência, o que se percebe é que muitos pacientes não recebem os cuidados suficientes para o alívio de seus sofrimentos nas dimensões físicas, psicológicas, sociais, familiares e espirituais, o que resulta em uma carga de sofrimento muito grande para os envolvidos pela falta da abordagem adequada das dimensões acima citadas. Sabemos que muitas famílias se apresentam em grande vulnerabilidade social, vivendo em situações de muita carência material, estrutural, não havendo as devidas condições para o cuidado adequado ao paciente moribundo. Consideramos também que os familiares não têm preparo algum para lidar com pacientes que demandam de cuidados bastante complexos, o que expõe ainda mais o paciente e a própria família a um sofrimento que extrapola a esfera física. O Projeto Peregrinos do Cuidar será desenvolvido na cidade de Sorocaba, e está embasado em prestar assistência multidisciplinar (médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, musicoterapeutas, assistente espiritual, voluntariado treinado) a pacientes portadores de neoplasia maligna em fase avançada (terminalidade) e seus familiares, com o objetivo de promover melhora da qualidade de vida através de medidas assistenciais que englobem os aspectos físicos, sociais, psicológicos e espirituais, minimizando o sofrimento e promovendo conforto no período final da vida, respeitando sempre a individualidade e a dignidade das pessoas envolvidas. Os atendimentos se darão em uma casa devidamente estruturada para acolher até 16 pacientes e um familiar por paciente, que o acompanhará durante o período de hospedagem, participando diretamente dos planos de cuidados e recebendo todo auxílio e respaldo da equipe multidisciplinar. Nessa casa serão oferecidas também todas as refeições aos pacientes e acompanhantes, atividades de entretenimento, sociabilização e intervenções para diagnóstico e melhorias das condições sociais dos envolvidos. O processo do cuidar é bastante complexo e deve abordar também o cuidado para com os que cuidam, e nesse sentido, o Projeto Peregrinos do Cuidar também promoverá a todos os cuidadores (familiares, profissionais, voluntários) suporte da equipe multidisciplinar, através de atendimentos individuais e em grupo, rodas de conversa, discussões de caso, palestras, entre outras atividades, havendo constantemente o estímulo para o autocuidado, com a intenção de fazer com que aquele que se presta a cuidar de alguém tenha a consciência da necessidade básica do olhar para si. É também de interesse deste projeto interagir com a rede de atendimento oncológico já existente na cidade de Sorocaba, criando fluxo de encaminhamento e disseminando a filosofia dos cuidados paliativos a todos os envolvidos, através de palestras e cursos. Para melhor entendimento, apresento os princípios dos cuidados paliativos: • Promover o alívio da dor e outros sintomas desagradáveis; • Afirmar a vida e considerar a morte como um processo natural; • Não acelerar nem adiar a morte; • Integrar os aspectos psicológicos e espirituais no cuidado ao paciente e familiares; • Oferecer um sistema de suporte que possibilite o paciente viver tão ativamente quanto possível, até o momento da sua morte; • Oferecer sistema de suporte para auxiliar os familiares durante a doença do paciente e a enfrentar o luto; • Abordagem multiprofissional para focar as necessidades dos pacientes e seus familiares, incluindo acompanhamento no luto; • Melhorar a qualidade de vida e influenciar positivamente o curso da doença; • Estimular o autocuidado por parte dos cuidadores. Os benefícios esperados com o Projeto Peregrinos do Cuidar englobam, de maneira geral: 1. Melhora da qualidade de vida através do controle dos sintomas da doença e da abordagem dos aspectos psicossociais e espirituais envolvidos; 2. Manutenção da dignidade e autonomia dos pacientes, respeitando os limites impostos pela doença; 3. Melhor enfrentamento do processo de morrer por parte de todos os envolvidos (pacientes, familiares, profissionais e voluntários); 4. Minimização dos problemas de ordem social / familiar que surgem com o processo do adoecer; 5. Ampliação das atividades da rede de atendimento oncológico; 6. Criação de vínculo entre a sociedade e a instituição através de palestras, atividades sociais e a prática da caridade; 7. Melhora das condições de trabalho dos assistentes através das atividades envolvendo o autocuidado; 8. Facilitação do processo de Luto; 9. Suporte psicossocial aos familiares, levando a uma redução da vulnerabilidade causada pela doença nos familiares; 10. Promover reflexões sobre a finitude e o processo do morrer com o intuito de aceitar a morte como um processo natural, gerando maior valorização da vida; 11. Prestação da assistência num ambiente físico diferente do costumeiro ambiente hospitalar, que lembre o ambiente domiciliar do paciente, associando os recursos necessários para um espaço acolhedor; Estamos em oração pedindo a Deus, por intercessão de São Peregrino Laziosi, patrono do Projeto, que os caminhos se abram para esta grande obra de caridade, onde muitos certamente se beneficiarão. No momento estamos nos reunindo na Paróquia São Paulo Apóstolo para a reza do Terço na 2ª terça-feira do mês, às 20:00 horas, juntamente com o Terço dos Homens e da Família, e na 3ª quarta-feira do mês, às 19:30 horas, antes da Santa Missa de cura e libertação. Junte-se a nós nesse projeto desafiador, seja um voluntário e sinta a presença e a força de nosso Deus através da prática da caridade aos nossos irmãos portadores de câncer. Dedicar-se ao próximo é a melhor maneira de seguir os princípios Cristãos, pois foi o próprio Jesus quem nos ensinou a amar ao próximo como a nós mesmos. Aos interessados em “combater o bom combate”, favor entrar em contato com Paulo Bispo, pelo WhatsApp (15) 98123-9966.

Compartilhar: